top of page
  • Foto do escritorDakila News

Jato pilotado por uma IA completa seu primeiro voo com sucesso

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), iniciou o projeto Skyborg em 2020, com o objetivo de desenvolver um avião autônomo capaz de voar junto com caças tradicionais. A intenção é que esses aviões possam desempenhar missões de reconhecimento de área, distração de ataques inimigos, missões de risco e função de "wingman".


O primeiro modelo é chamado de XQ-58A Valkyrie, foi construído pela empresa Kratos Unmanned Aerial Systems e completou com sucesso um voo pilotado pela Inteligência Artificial (IA). Esse protótipo foi produzido para decolar através de um lançador móvel, similar ao de um míssil. Por conta desse método de decolagem os custos são reduzidos podendo custar entre 2 a 3 milhões de dólares, enquanto os caças tradicionais estão na média de 80 milhões por unidade.


O teste do Valkyrie foi realizado sobre o Eglin Test and Training Complex, uma base da USAF na Flórida. A aeronave voou durante três horas, em certo momento ela começou a girar sobre o próprio eixo e os militares pensaram ser um erro na IA. Descobriram, porém, que ela realizou essas manobras de forma intencional e controlada, pois compreendeu que o alvo teria uma visibilidade maior se fosse enquadrada de vários ângulos.


A utilização dessas tecnologias possibilita a criação de novas táticas de combate, importante ressaltar que ainda existem desafios no percurso. Apesar dos testes terem sido positivos, é necessário a certificação da segurança e confiança do software, assim como a proteção do dispositivo contra ataques cibernéticos.


Referências:

1 comentário


Convidado:
23 de set. de 2023

Credo! K Nojo eimmm????

Bem Nenhun deve fazer

Curtir
bottom of page