top of page
  • Foto do escritorDakila News

Monumento Escalonado em Zigurats: Tudo o que você precisa saber sobre essa mega construção

No dia seis de outubro a Carol Marques da TVCH realizou uma entrevista com a psicóloga Adriana Bueno que está à frente da construção do monumento escalonado em Zigurats.


Esse monumento é uma idealização do Ecossistema Dakila e todo o seu projeto foi desenvolvido nos mínimos detalhes. Como relata Adriana, antes mesmo da fundação da cidade de Zigurats , a equipe já buscava o ponto geográfico estratégico para a construção desse monumento, sendo a primeira marcação da cidade.



O monumento está localizado, como Bueno bem coloca, no coração de Zigurats, ele terá 63m de altura, 63m de largura e 9m de profundidade. O projeto foi baseado na matemática universal, onde o número 9 carrega uma frequência de vitória, sucesso, movimento e de ação. “Todas as medidas do monumento escalonado, inclusive as medidas internas, se você for somar tem que dar 9", ressalta Adriana.


Um dos objetivos do monumento é desmistificar as pirâmides e suas funções, resgatando na prática e produzindo dados que possam comprovar seu papel de gerador quântico. Em diversas expedições e revisões bibliográficas a equipe de Dakila encontrou registros de câmaras subterrâneas com grandes bobinas, fios de ouro e cobre fazendo dessas construções, grandes geradores de energia.


Sendo assim, essa construção tem como finalidade ser um grande laboratório; um centro de distribuição de conhecimentos, incluindo uma biblioteca e museu; um polo comercial, com direito a inúmeras lojas, cinema, praça de alimentação e muito mais; além de como citado, ser um gerador de energia taquiônica.



Essa energia é conhecida como energia do pensamento ou tecnologia mental e é considerada a de maior frequência do universo. Isso porque, além de seu potencial de criação, ela também te sincroniza com a frequência de ressonância Schuman. Essa sincronicidade provoca uma estabilidade no sistema hormonal o que auxilia no prolongamento da vida. Dentre as pesquisas que Dakila pretende comprovar nesse laboratório é que essa energia taquiônica é neutra, pura, sem massa e composta por pares de cargas elétricas opostas.


Adriana Bueno ainda explica que assim que a construção do monumento atingir o terceiro piso, a sua energia emanada já começará a interagir com os outros monumentos escalonados espalhados pelo mundo, que voltarão a produzir um percentual dessa energia, beneficiando toda a humanidade. Ademais, a equipe de pesquisadores deixou alguns artefatos ao redor da pirâmide de Saaquara para facilitar essa interação entre as construções.


Antes mesmo dessa concretização, o monumento escalonado já vem causando um impacto socioeconômico nas comunidades adjacentes, fomentando inúmeros empregos para as famílias da região, seja na construção em si, na alimentação, transporte e demais áreas. Sem contar que, já existe uma versão menor do que será esse monumento, com as promoções 12m x 12m, e que está aberto para visitações e treinamentos embasados na ciência lilarial.



Bueno também fez questão de ressaltar a nomenclatura “monumento escalonado” , isso porque nem toda pirâmide possui esse formato escalonado, e ele é essencial para gerar essa energia. Além disso, as pirâmides são extremamente associadas ao antigo Egito e suas mitologias e a nomenclatura monumento escalonado é mais científica, o que de fato é o propósito dessa construção. Sendo assim, é através desse escalonamento que se promove uma tecnologia ressonante, que é capaz de transformar as vibrações desse sistema em energia.


No intuito de ampliar isso tudo, o ponto escolhido para o centro do monumento apresenta um campo eletromagnético de alta frequência, chamado de ponto nevrálgico, onde têm se canalização das energias do universo. Durante a etapa de fundação, também foram colocados inúmeros artefatos, com essa intenção e atualmente na fase das arestas será utilizado um fio táquion, que é uma liga metálica composta por cobre, latão, ouro vibrado e banhado c por ouro monoatômico.


A forma escalonada, também provoca e produz vibração sonora, a qual tem capacidade de interagir com moléculas de água e por consequência em tudo que é vivo. Ademais, o monumento será capaz de estabilizar os pulsos elétricos das atividades cerebrais, através da interferência no campo magnético.


Em uma reportagem, o presidente do Ecossistema Dakila, Urandir Fernandes de Oliveira destacou que “Zigurats encontra-se em um ponto nevrálgico da rede magnética terrestre que proporciona a formação de vórtices eletromagnéticos que deixa a atmosfera mais carregada eletricamente, potencializando os efeitos de regeneração e a nossa bateria corporal”. Além disso, a região toda exibe o maior vórtice de energia do sistema Terra, e já prevê a inversão de polos.



Caminhando para o fim da live, Adriana ressalta “Tudo que estamos conversando aqui, não é nem 10% do potencial que o monumento escalonado tem pra gente usufruir dele depois de construído". A psicóloga deixa aberto seu contato pessoal a quem tenha dúvidas e curiosidades sobre o assunto, podendo contatá-la através do celular (34) 99925-9977 e também divulga que em breve estará no ar um site para maior transparência e propagação desse projeto. Lembrando que se você quiser visitar a cidade de Zigurats e seus pontos turísticos, como o monumento escalonado, você pode entrar em contato com a Ziguratur que pode ser contatada pelo Instagram: @cidadezigurats ou pelo WhatsApp: (67) 99803-3999



Live completa:


Referências:

Comments


bottom of page